Previous Next

D. António Couto no Estabelecimento Prisional de Lamego

Jesus também desceu até nós
Privados de liberdade, mas livres para Deus!

Foi com enorme alegria que recebemos, no último domingo do ano, dia 29 de dezembro de 2019, dia da Sagrada Família, a visita do nosso Bispo, Sr. D. António Couto, que, com o Sr. Padre Valdemar, Capelão deste estabelecimento, celebrou connosco a Eucaristia.

Fez-nos bem ouvir da boca do Sr. D. António, que nós, reclusos, somos lembrados nas suas preces ao Senhor!

Como Jesus desceu a nós! Na sua condição humana, também o Sr. Bispo foi similar ao afirmar que somos todos pecadores: ele também se incluiu nesta condição de pecador, atrevendo-se a dizer que não éramos mais pecadores que ele… mas todos irmãos em Cristo. Fez-nos sentir bem, deu-nos alento, ficámos mais livres, embora presos a umas grades, mas não ao nosso passado. Foi esta a sensação unânime de todos nós.

Dizia um: - Tornou-se um dia diferente, luminoso, radiante, um dia de Natal.

Ficámos também a saber que há grande empenho e vontade entre o Estabelecimento Prisional e este Grande Serviço Religioso prestado por sacerdotes e outras pessoas que em nome de Jesus nos visitam. Foi muito gratificante escutar o Sr. Bispo dizer que até gostou de nos ouvir cantar a nós com a ajuda da Ir. Lourdes. Vamos tentar melhorar, para o Sr. Bispo cá voltar mais vezes. A festa continuou no nosso bar com as tradicionais fritas que muito bem nos souberam.

Agradecemos à Sra. Diretora Dra. Maria José Ferreira e ao Chefe Coelho que estiveram presentes nesta grande celebração de comunhão Eucarística com Deus e uns com os outros. Um obrigado a todos os Senhores Guardas e a quantos, nos bastidores, proporcionaram este grande acontecimento. Deus, Hoje, “veio à grande” até nós…

Mas Deus continuou a visitar-nos e a presentear-nos, com as Visitas de fim de Ano com a presença dos Srs. Padres José Abrunhosa e Valdemar e o grupo de Jovens de Almacave Jovem. Mais uma vez, foi uma maravilha! Este encontro fez-nos pensar, que o facto de estarmos privados de liberdade, ainda existem pessoas, que pensam em nós e que estão sempre prontos a animar um pouco mais as nossas vidas. Foi uma Passagem de Ano diferente com a marca do Menino Jesus que veio trazer-nos um tempo novo, sem calendário, como nos dizia o Sr. Padre Abrunhosa. Participámos na Eucaristia e foi-nos oferecido um terço a cada um de nós, já que celebrávamos, no primeiro dia do ano novo, a Festa de Nossa Senhora Mãe de Deus e nossa Mãe.

Tudo o que aconteceu neste tempo de Natal no Estabelecimento prisional ajuda-nos a compreender que afinal, mesmo na má fase que  passa por cada um de nós, Deus não deixa de descer até nós e aumenta a nossa esperança e Fé em Jesus, e de que melhores dias virão com a liberdade.

Não queremos esquecer o dia 25 de dezembro: celebrámos, com a Eucaristia, o Natal do Senhor, neste Estabelecimento Prisional de Lamego. Agradecemos à Paróquia de Almacave pela presença calorosa e jovem do Sr. Padre Luís Rafael e aos outros párocos que tantas vezes nos vistam.

Partilhamos convosco este testemunho de experiência de Fé: que esta seja extensiva a todos vós.

Com gratidão, Bom Ano a todos!
PRIVADOS DE LIBERDADE, MAS LIVRES PARA DEUS!



Jerónimo, Pedro, Carlos, Paulo, Sebastião, Mário, Henrique Mendes, Wuanda e Gil,
in Voz de Lamego, ano 90/06, n.º 4541, 7 de janeiro de 2020

A acontecer...

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.

Pesquisar

Redes Sociais

Fale Connosco

  254 612 147

  curia@diocese-lamego.pt

  Rua das Cortes nº2, 5100-132 Lamego.

Contacte-nos

Rua das Cortes, n2, 5100-132 Lamego

 254 612 147

 curia@diocese-lamego.pt

 254 612 147