Previous Next

Consagrados reuniram com D. António Couto

No passado dia 7 de dezembro, os Consagrados da diocese de Lamego reuniram-se no Centro paroquial de Almacave, na cidade de Lamego, e passaram a manhã com D. António Couto.

Além do Sr. Bispo e do Padre Fernando Abrunhosa, na qualidade de Vigário Episcopal para os Consagrados, e dos membros da equipa da Conferência dos Institutos de Vida Consagrada diocesana CIRP/CNISP, Padre Avelino Silva, beneditino – presidente -, Irmã Teresa Frias, Serva de Nª Sª de Fátima – secretária -, e Irmã Teresa Costa, Franciscana Hospitaleira da Imaculada Conceição, - ecónoma -, estiveram presentes: o Padre Paulino – também da Ordem de S. Bento -; duas Dominicanas de Stª Catarina de Sena, Irmã Silvina e Irmã Susana; duas Filhas de S. Camilo, Irmã Liliana e Irmã Agathe (que fará votos perpétuos em 19.03.2020); Margarida Adrega, Cooperadora da Família; Irmã Brasiliene e Irmã Amanda, Servas de Maria e do Coração de Jesus; Irmão Joaquim, da Sociedade Missionária da Boa Nova; e Irmã Lourdes, também Serva de Nossa Senhora de Fátima.

O trabalho iniciou com os consagrados, unindo vozes e corações, na recitação e no canto dos salmos da Hora Intermédia da Liturgia das Horas.

Depois, o Senhor Bispo começou por nos dizer que pretendíamos, com este pequeno encontro, conviver, rezar, estarmos uns com os outros.

De facto, um dos objectivos da equipa da CIRP/CNISP diocesana, que dinamizou o encontro, é promover as relações entre as Comunidades dos diversos Consagrados da diocese, procurando contribuir para a sua formação e animação espiritual.

Eis algumas frases do que o Sr. Bispo nos disse, na sua preleção e na homilia da Missa com que terminámos o encontro:

- o papel fundamental da procura, da atenção aos sinais de Deus e sobretudo à Sagrada Escritura.
- “revestirmo-nos de Cristo por dentro, de modo a alcançarmos uma vida completamente nova, ao ponto a que, neste natal, transbordemos o Senhor” Rom 13, 11 – 14.
- o Senhor nasce na nossa vida para viver a nossa vida: deixemo-lo viver em nós.
- descobrir novas maneiras de avançarmos na nossa entrega ao Senhor.
- escutar os sinais de que Deus se serve hoje para nos chamar a acertar passos com o outros: valorizá-los e formá-los.
- descobrirmos caminhos juntos.
- ter muita gente – mais e mais – a trabalhar connosco.
- através dos amigos de cada Congregação, chegarmos a outros, formando uma verdadeira Igreja sinodal.
- subir os índices da nossa alegria: Jesus chama à colheita na grande seara e não tanto à dureza do trabalhar da terra.

Houve espaço para convívio, acolhimento das consagradas chegadas de novo à diocese e informações de interesse geral.



Irmã Teresa Mª de Frias, Serva de Nossa Senhora de Fátima,
in Voz de Lamego, ano 90/05, n.º 4540, 31 de dezembro de 2019

A acontecer...

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.

Pesquisar

Redes Sociais

Fale Connosco

  254 612 147

  curia@diocese-lamego.pt

  Rua das Cortes nº2, 5100-132 Lamego.

Contacte-nos

Rua das Cortes, n2, 5100-132 Lamego

 254 612 147

 curia@diocese-lamego.pt

 254 612 147