Previous Next

Visita Pastoral de D. António Couto à Paróquia de Carrazedo

O Sol brilhou em Carrazedo – Tabuaço. Para além do astro que nos ilumina e dá vida ao planeta, chegou um Sol que acompanha sempre o nosso Bispo, Sr. D. António Couto. Isso mesmo nos foi referido pelo Sr. D. António numa altura das palavras que dirigiu ao povo de Carrazedo – nunca está só, sabe-se sempre acompanhado e iluminado por Jesus.

Neste domingo, 27 de janeiro, o povo desta pequena paróquia de Carrazedo juntou-se ao seu Pároco, Pe. Manuel Gonçalves e reuniu-se perto da imagem de Nossa Senhora que, junto à estrada vela por quem passa e se encontra sempre presente para os que aqui vivem e labutam, para receber o Bispo de Lamego.

Todos acompanharam, então, o Sr. D. António que, a pé, se dirigiu para a Igreja de Carrazedo, e entoando o “Bendito”. Encheu-se a Igreja com todos os paroquianos e também com muitos que, por diversas razões não vivem permanentemente na aldeia, mas não deixaram de comparecer para acolherem, neste dia, o seu Bispo e, com ele, compartilhar da alegria e momento muito especial da sua presença no meio de nós.

Foi a primeira vez que o Sr. D. António entrou nesta pequena, mas antiga e muito bonita Igreja. E disso fez referência, logo no início da sua homilia. Pois sempre que entra pela primeira vez numa Igreja, o seu pensamento vai de imediato para aqueles que no seu tempo pensaram, desenharam, construiram e depois viveram a sua fé, fizeram as suas orações e celebrações ao longo dos tempos até ao presente.

Foi uma celebração muito vivida, com forte participação, desde os cânticos até à excelente homilia do Sr. D. António. Referiu o seu propósito, com estas visitas à zona Pastoral de Tabuaço, tal como escreveu na sua Carta Preparatória destas visitas – Anunciar o Evangelho, Evangelizar. Todo o cristão tem de ser evangelizador, e sê-lo HOJE. Esta palavra HOJE foi fortemente enunciada pelo Sr. D. António, tal como repetidamente nos aparece nos textos litúrgicos. E HOJE cada um de nós deve olhar para o irmão que precisa, e estar presente. E para aquele de quem não gostamos muito, ou está mais afastado. Portanto, semos evangelizadores e HOJE.

No decorrer da Celebração, O Sr. D. António procedeu à administração do Sacramento da Santa Unção a todos os que o desejaram. Fez questão de esclarecer bem o seu sentido, a quem se dirige e quem o pode ou deseje receber. Ainda há alguma ligação emocional ao que antigamente se designava de extrema-unção e que se dirigiria aos moribundos. Este esclarecimento foi muito importante pois quase todos – de jovens aos menos jovens foram receber este Sacramento.

Entretanto, no início da Missa, o Presidente da União de freguesias de Pinheiros e Vale de Figueira, que engloba a paróquia de São Salvador de Carrazedo, tinha dado as boas-vindas ao Sr. D. António, manifestando a alegria de todos pela sua presença, e que ela fosse motivo e força para renovação e reavivamento da fé e vivência da missão de cada um nesta nossa passagem na Terra.

Também aludiu às obras de restauro efetuadas na Igreja – e agora concluídas -, só possíveis graças ao esforço e empenho de muitos, começando pelo Pe. Manuel, o povo anónimo, a própria Junta e a Câmara Municipal de Tabuaço, que não deixou de estar presente nesta ocasião, nomeadamente o Sr. Presidente da Câmara, Eng Carlos Carvalho, os Vereadores Dr. José Carlos Silva e Sr. Manuel Costa e Dr. Leandro Macedo, Presidente da Assembleia Municipal de Tabuaço.

Também o Pároco, Pe. Manuel, abordou o assunto das obras na sua alocução no fim da celebração. Fez questão de agradecer a todos os que, dum modo ou outro colaboraram e se empenharam na concretização das obras, nomeadamente as contribuições da Junta de Freguesia e Câmara Municipal. Aproveitou também a ocasião para prestar públicas contas, com as receitas e despesas com elas relacionadas.

Agradeceu, então, ao Sr. D. António Couto a sua Visita Pastoral, as suas eloquentes palavras e muito especialmente a sua presença no meio deste povo de Deus onde, como tinha o Sr. D. António dito, o Senhor está sempre no meio de nós.

A Celebração terminou na ida ao cemitério de Carrazedo, onde se lembraram todos os que já passaram pela paróquia de Carrazedo, rezando por eles e sabendo que eles também estarão a rezar por nós. O Sr. D. António aspergiu com água benta os túmulos existentes. A seguir, a bênção final aos presentes.

O sol da tarde ia declinando, mas o Sol continuou a brilhar, e todos se juntaram num lanche de despedida e agradecimento por este acontecimento singular, mas importante e vital para o povo de Deus, que O sente sempre presente e próximo.
Até uma próxima oportunidade e que seja breve!


Eduardo Fonseca, in Voz de Lamego, ano 89/09, n.º 4495, 29 de janeiro de 2019

A acontecer...

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Notícias Recentes

Ceia do Senhor

Ceia do Senhor

24 abril 2019
Missa Crismal

Missa Crismal

24 abril 2019
NOTA DA VIGARARIA GERAL

NOTA DA VIGARARIA GERAL

17 abril 2019

Pesquisar

Redes Sociais

Fale Connosco

  254 612 147

  curia@diocese-lamego.pt

  Rua das Cortes nº2, 5100-132 Lamego.

Contacte-nos

Rua das Cortes, n2, 5100-132 Lamego

 254 612 147

 curia@diocese-lamego.pt

 254 612 147