Luz da Paz de Belém. Celebração na Sé de Lamego

Recolhida na Gruta da Basílica da Natividade, em Belém, na Terra Santa, a 25 de novembro, por uma criança austríaca, este ano um escuteiro de nome Tobias Flachner, a “Luz da Paz de Belém” foi partilhada em Viena de Áustria, por escuteiros de todo o mundo, no dia 16 de dezembro depois de no dia 13 de Dezembro de 2017 ter sido entregue ao Papa Francisco.

Foi transportada para a Sé do Porto, por 4 escuteiros do Corpo Nacional de Escutas, onde chegou, às 17 horas, do dia 17 de dezembro, iniciando, assim, a celebração Eucarística.

Na celebração da Eucaristia, presidida pelo Governador Apostólico do Porto, D. António Augusto Azevedo, participaram as 20 regiões escutistas que correspondem às Dioceses, e delegações da Cáritas, que serão os agentes da distribuição da Luz da Paz pelo território, com o objetivo de partilha pelos hospitais, cadeias, instituições e comunidades, querendo chegar a todas as famílias.

Neste ano de tantas calamidades e sofrimento o tema desta atividade é “Luz para Viver – na Luz da Paz vivemos Cristo”, e querendo exprimir que Jesus Cristo, nascido há mais de 2000 anos naquela Gruta, em Belém, significa Aquele que é denominado, a Luz do Mundo e o Príncipe da Paz. Esta Luz ganha, assim, o sentido de Esperança e de Amor, tão essenciais para a vida quotidiana, mas que têm na celebração do Natal um alto lugar de irradiação.

Esta iniciativa do CNE tem este ano outra dimensão pela associação da campanha da Cáritas “10 milhões de Estrelas- um Gesto pela Paz” que propõe um gesto concreto de adesão à Paz, através da aquisição de uma vela para ser acesa na noite (dia 24) de Natal.

A iniciativa conjunta reuniu mais de um milhar de participantes na celebração do Porto que cobre os cerca de 74.000 escuteiros do país para além das suas comunidades, pretendendo, assim, conseguir uma cobertura total do território nacional.
Esta iniciativa começou em 1986, pela Austrian Broadcasting Company como parte de uma iniciativa de caridade para crianças em dificuldades na Áustria e em países dos arredores.

Desde 1989, que tem sido concretizada em cooperação com os escuteiros e guias de inúmeros países, o que permite que a Luz seja partilhada pela Europa e fora dela, ganhando assim, a iniciativa um âmbito mundial.
E de candeia em candeia esta chama que foi acesa em Belém e que já percorreu cerca de 6000 quilómetros sem nunca se apagar, chega, finalmente a 19/12/2017 pelas 18,30h à Sé Catedral de Lamego.

Com a presença do nosso Bispo esta Luz foi partilhada pelos Agrupamentos da Região por elementos da Caritas que a transportaram para toda a Diocese.

Agora é na nossa vez de aquecer os nossos corações com a Luz da Paz de Belém. Esta luz que é ao mesmo tempo tão frágil e tão poderosa. Frágil porque é apenas uma pequena chama numa vela; poderosa pelo que representa e transmite ao coração de cada um.

Fica no coração de quantos participaram nesta cerimónia o convite do nosso Bispo:
“Recebei esta Luz da Paz que nos chega de Belém e partilhai-a com cada pessoa que encontrardes. Que este gesto de partilha leve o amor do Menino Deus a todos quantos a recebam e através dela a sua mensagem de Paz e Salvação.”

Pe Mergulhão
Assistente Regional do CNE,  in Voz de Lamego, ano 88/05, n.º 4442, 2 de janeiro de 2018

A acontecer...

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
7
8
9
10
11
23
25
26
28
29
30
31

Pesquisar

Redes Sociais

Fale Connosco

  254 612 147

  curia@diocese-lamego.pt

  Rua das Cortes nº2, 5100-132 Lamego.

Contacte-nos

Rua das Cortes, n2, 5100-132 Lamego

 254 612 147

 curia@diocese-lamego.pt

 254 612 147