Previous Next

Ultreia Arciprestal – Moimenta da Beira, Sernancelhe, Tabuaço – em Alvite

O salão paroquial de Alvite foi pequeno para acolher as inúmeras pessoas que, no passado dia 15 de abril, quiseram marcar presença na Ultreia Arciprestal de Cursilhistas. A afluência ao encontro demonstra inequivocamente que o Movimento de Cursilhos de Cristandade continua a merecer destaque na Diocese, em particular nos três concelhos que compõem o arciprestado de Moimenta da Beira, Sernancelhe e Tabuaço, onde se realizou a referida ultreia.  

O encontro, orientado pelo Padre Bráulio Carvalho, pároco de Alvite, decorreu numa tarde de domingo e teve início com o acolhimento aos cursilhistas e invocação do Espírito Santo, seguindo-se três testemunhos, em jeito de rolho: Palmira Bernardino centrou a sua intervenção no tema da “oração na vida familiar”; Paulo Jorge, um dos reitores dos cursos de cristandade na Diocese de Lamego, falou sobre “ser luz e ser sal”; e, por fim, Maria João Calhau apresentou um testemunho que remetia para o tema “ser bom samaritano na família”. Após as intervenções, simples e despretensiosas, como, aliás, é apanágio do Movimento de Cursilhos de Cristandade, decorreu a Adoração ao Santíssimo Sacramento e a oração do Terço da Misericórdia.  

No final, foi dada voz a todos os cursilhistas que desejassem deixar o seu testemunho de vida cristã, tendo sido várias as pessoas que ali quiseram partilhar momentos da sua vida e falar, sobretudo, acerca da importância e do impacto que o Cursilho teve na sua história pessoal.

Marcaram presença cerca de 120 cursilhistas, oriundos de toda a Diocese, desde Cinfães a Penedono, predominando os cursilhistas do concelho de Moimenta da Beira, em especial de Alvite, que se sentiram chamados a participar no encontro e a renovar os compromissos feitos aquando do seu Curso, saindo dali com mais alento, mais força e mais empenho nesta causa que é de muitos, mas, sobretudo, de cada um.

Para fechar o encontro da melhor forma, foram todos convidados para um lanche, onde imperavam as bolas típicas de Alvite, os enchidos e os vinhos da região.

De referir que o Secretariado Diocesano do Movimento de Cursilhos de Cristandade vai promover, no próximo dia 26 de Maio, em Moimenta da Beira, mais uma Ultreia Diocesana, para a qual todos os cursistas estão convidados. Até lá. De Colores.

 

Maria João, Alvite,

in Voz de Lamego, ano 88/23, n.º 44589, 8 de maio de 2018

A acontecer...

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30
31

Pesquisar

Redes Sociais

Fale Connosco

  254 612 147

  curia@diocese-lamego.pt

  Rua das Cortes nº2, 5100-132 Lamego.

Contacte-nos

Rua das Cortes, n2, 5100-132 Lamego

 254 612 147

 curia@diocese-lamego.pt

 254 612 147